Última hora

Última hora

Alerta nuclear em Fukushima ao mesmo nível que Tchernobyl

Em leitura:

Alerta nuclear em Fukushima ao mesmo nível que Tchernobyl

Tamanho do texto Aa Aa

O acidente nuclear no Japão é tão grave quanto o de Tchernobyl.

As autoridades japonesas elevaram hoje o alerta em torno da central de Fukushima, de 5 para 7, o nível máximo da escala que mede a gravidade de um acidente nuclear.

Uma decisão que, segundo Tóquio, se baseia não na situação atual da central, mas na situação inicial após o terramoto e tsunami de Março.

Segundo a comissão de segurança nuclear japonesa, os níveis de radiação emitidos representam, no entanto, apenas 10% daqueles registados em Tchernobyl.

A comissão revelou ontem que as emissões da radiação a 60km da central são superiores aos limites legais. Uma situação que vai levar as autoridades a alargarem a zona de exclusão até agora limitada a um raio de 20km da central nuclear.

As várias réplicas do terramoto continuam a manter o país em sobressalto, a última, de magnitude de 6,3 na escala de Richter, foi registada esta noite na zona de Chiba, nos arredores de Tóquio.

Um mês após o terramoto, seguido de um tsunami, ter provocado a morte de quase 13 mil pessoas, mais de 14 mil continuam desaparecidas, o número de desalojados ascende a 152 mil.