Última hora

Última hora

Japão: alerta nuclear atinge nível máximo

Em leitura:

Japão: alerta nuclear atinge nível máximo

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades japonesas elevaram para sete, o nível de alerta máximo, na central nuclear de Fukushima.

Trata-se do mesmo grau de gravidade atingido pela central de Tchernobil na Ucrânia em 1986.

A decisão reflete os níveis totais de radiação emitidos e que segundo a Tepco, companhia que explora a central, se situam muito abaixo dos níveis registados em Tchernobil.

O anúncio teve lugar na sequência de dois tremores de terra ocorridos no espaço de 24 horas.

As autoridades emitiram ordens de evacuação em Fukushima e em outras centrais situadas no nordeste do Japão no entanto não há sinais de irregularidades.

As duas réplicas atingiram uma magnitude superior a seis graus na escala de Richter.

Entre a população predomina a ansiedade.

“Espero que a situação seja mantida sob controlo. No entanto, os progressos têm sido lentos o que é causa de preocupação”, admitiu uma mulher residente na província de Fukushima.

Entretanto, a China e a Coreia do Sul renovaram os apelos às autoridades japonesas no sentido de serem mais rápidos no fornecimento de informações sobre a situação nas centrais nucleares.