Última hora

Última hora

Estudantes argelinos manifestam-se na capital

Em leitura:

Estudantes argelinos manifestam-se na capital

Tamanho do texto Aa Aa

Os estudantes argelinos envolveram-se em confrontos com a polícia.

A manifestação teve lugar na terça-feira em Argel e foi convocada para protestar contra a desvalorização dos diplomas e o mau funcionamento da universidade.

Os confrontos ocorreram perto do palácio presidencial, depois das brigadas antimotim terem barrado a passagem do cortejo.

Entre 50 a 170 estudantes ficaram feridos, de acordo com diferentes fontes.

“Os estudantes argelinos vieram aqui hoje porque sentem-se desiludidos com o ministério e a única esperança que resta é o Presidente. Ele é o único que pode salvar os estudantes argelinos”, disse um dos participantes na manifestação que não se identificou.

As esperanças dos estudantes estão agora nas mãos do Presidente Abdelaziz Bouteflika que levantou o estado de emergência em Fevereiro, em vigor desde 1992.

As forças de segurança não têm mãos a medir. O descontentamento na Argélia tem vindo a subir de tom. As greves constantes no setor público têm-se sucedido a um ritmo alarmante.