Última hora

Última hora

Governo islandês escapa a moção de censura

Em leitura:

Governo islandês escapa a moção de censura

Tamanho do texto Aa Aa

O governo islandês escapou por muito pouco a uma moção de censura e à possibilidade de eleições antecipadas.

A moção surgiu após os islandeses terem rejeitado, em referendo, o reembolso de uma dívida de 3,9 mil milhões de euros ao Reino Unido e à Holanda, na sequência da falência do banco Icesave.

32 deputados rejeitaram a moção de censura, 30 votaram a favor e houve uma abstenção. Um cartão amarelo para o governo, considera o líder da oposição, Bjarni Benediktsson.

“A votação era oportuna e necessária para a discussão sobre o apoio ao governo. O resultado mostra que o executivo tem o menor apoio possível para continuar”, declarou.

Com a falência do Icesave, em 2008, as poupanças de 340 mil holandeses e britânicos foram garantidas pelos respectivos países, que agora exigem o reembolso à Islândia e prometem levar o caso aos tribunais europeus.