Última hora

Última hora

Marrocos: indultos e reduções para cerca de 200 prisioneiros

Em leitura:

Marrocos: indultos e reduções para cerca de 200 prisioneiros

Tamanho do texto Aa Aa

O rei de Marrocos concedeu indultos e reduções de penas a 190 prisioneiros.

Entre os mais conhecidos está Chakib al-Khayari, defensor dos direitos humanos e condenado a três anos de prisão, em 2009, depois de ter denunciado a conivência entre traficantes de droga e autoridades da região montanhosa no norte do país.

96 prisioneiros foram postos em liberdade, esta quinta-feira. Os restantes viram as penas reduzidas.

À saída da prisão foram muitos os que pediram liberdade para todos os que foram condenados injustamente.

A medida surge na sequência do memorando apresentado pelo Conselho Nacional dos Direitos do Homem e numa altura em que os protestos no país ganham força.

Esta quarta-feira, o chamado “movimento dos Jovens do 20 de fevereiro” apelou a novas manifestações para este domingo.