Última hora

Última hora

G20 sob o signo dos desequilíbrios

Em leitura:

G20 sob o signo dos desequilíbrios

Tamanho do texto Aa Aa

A cimeira dos ministros das Finanças e banqueiros centrais do G20 arrancou em Washington sob o signo de uma recuperação económica irregular e dos problemas com as dívidas dos países da Zona Euro.

A reunião tem como prioridade tratar os desequilíbrios nas balanças comerciais. Para o diretor-geral do FMI, Dominique Strauss-Kahn, resolver as desigualdades é a chave para o crescimento: “A recuperação é agora mais forte, mas não é a recuperação que queremos, isto porque continua a haver desigualdade entre os países e também dentro dos países. Por isso, há ainda uma grande incerteza”.

O G20 representa os países mais industrializados do mundo, juntamente com um conjunto de economias emergentes de rápido crescimento, como a Índia, a China ou o Brasil.

O grupo de ministros chegou já acordo sobre a utilização dos indicadores nacionais para identificar potenciais ameaças à economia global.