Última hora

Última hora

Imigrantes mais vulneráveis abandonam Líbia

Em leitura:

Imigrantes mais vulneráveis abandonam Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de imigrantes asiáticos e africanos abandonaram, hoje, a Líbia a bordo de um navio grego.

A prioriadade foi dada aos mais vulneráveis. Homens, mulheres e crianças que passaram as últimas semanas com pouco ou nada para comer e sem acesso a água potável.

Cerca de 8.000 continuam à espera de ser evacuados

A embarcação fretada pela Organização Internacional para as Migrações chegou ao porto de Misurata, durante a noite, com cerca de 400 toneladas de ajuda humanitária, numa altura em que a estratégica cidade estava debaixo de fortes bombardeamentos.

Os confrontos entre forças leais a Muammar Kadhafi e opositores ao regime prosseguem, esta sexta-feira, em vários pontos do país.

De acordo com a Amnistia Internacional, pelo menos 16 pessoas foram mortas em Misurata, enquanto faziam fila para conseguir pão, alegadamente, por roquetes disparados pelas forças de Kadhafi.

Os opositores ao regime pedem ajuda à Aliança Atlântica para evitar um massacre no último grande bastião rebelde no Ocidente do país.

Os homens que combatem o coronel garantem que as tropas de Kadhafi estão a avançar sobre Adjabyia, a 160 quilómetros de Bengasi.