Última hora

Última hora

Regime sírio anuncia novo governo e libertações de manifestantes para tentar acalmar protestos

Em leitura:

Regime sírio anuncia novo governo e libertações de manifestantes para tentar acalmar protestos

Tamanho do texto Aa Aa

Face a uma pressão internacional crescente, Bashar al-Assad tenta apaziguar a vaga de protestos sem precedentes na Síria.

O presidente sírio anunciou a libertação de detidos durante as manifestações contra o regime de Damasco e desvelou um novo governo dirigido pelo ex-ministro da Agricultura, Adel Safar, encarregado de um programa de reforma que prevê o fim do estado de emergência, em vigor desde 1963.

Os embaixadores da França, Alemanha, Itália, Espanha e Grã-Bretanha condenaram o uso da força pelas autoridades contra “manifestantes pacíficos” e Bruxelas pôs de lado um acordo de associação com Damasco, sublinhando a situação “bastante preocupante” na Síria.

Os Estados Unidos acusaram o Irão de ajudar o regime sírio a abafar os protestos.

Segundo a Amnistia Internacional, pelo menos 200 pessoas foram mortas no país desde o início do movimento de contestação.