Última hora

Em leitura:

Salafitas executam pacifista italiano na Faixa de Gaza


Faixa de Gaza

Salafitas executam pacifista italiano na Faixa de Gaza

Na Faixa de Gaza, foi encontrado o corpo de Vittorio Arrigoni, o pacifista italiano que um grupo salafita tinha prometido executar se o Hamas não libertasse um dos seus líderes.

O grupo tinha estabelecido um prazo até às 17 horas locais desta sexta-feira, 14 horas em Lisboa, desconhecendo-se a razão pela qual a execução terá ocorrido antes de o prazo expirar.

Vittorio Arrigoni, era membro da ONG “Movimento de Solidariedade Internacional”, e estava na Faixa de Gaza desde 2008, onde tinha chegado num barco com ajuda humanitária.

Os salafitas das auto-denominadas “Brigadas do companheiro heróico do profeta Maomé”, com supostas ligações à al qaida, acusam-no de ter entrado no território com o objetivo de espalhar a corrupção e apontam a Itália como um “Estado infiel”.

O Hamas apressou-se a reagir. O porta-voz do movimento que dirige a Faixa de Gaza afirmou: “O governo palestiniano condena este crime horrendo, que não ilustra as nossas tradições e hábitos e confirmamos que vamos continuar a perseguir os membros deste grupo, prendê-los e condená-los de acordo com a lei”.

Arrigoni é o primeiro estrangeiro a ser executado na Faixa de Gaza, desde a autonomia do território em 1994 e o primeiro a ser sequestrado desde 2007.

Os amigos não entendem:

“Para ele era como se aqui fosse a casa dele. Queria ir a Itália para ver o pai, mas ao mesmo tempo não queria sair daqui, por causa do aumento da violência, queria estar aqui para o caso de alguma coisa acontecer. Nem acredito que isto aconteceu”.

Os grupos palestinianos que, em Gaza, se definem com salafitas têm várias centenas de membros, que se têm progressivamente afastado do Hamas, por considerarem que o movimento cede face a Israle e não consegue impôr a lei islâmica.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Regime sírio anuncia novo governo e libertações de manifestantes para tentar acalmar protestos