Última hora

Última hora

Sérvios saúdam condenações

Em leitura:

Sérvios saúdam condenações

Tamanho do texto Aa Aa

Os refugiados sérvios de Krajina reagiram com uma satisfação moderada à decisão do Tribuinal Penal Internacional.

As penas de prisão a dois ex-generais croatas é um desagravo, para quem foi obrigado a largar as suas terras, num ambiente de terror, recordado por uma mulher:

“Se eles acham que esta setença é merecida, eu acho que podia ser ainda de mais anos, eu pensava que iam apanhar mais anos. Os sérvios é que são sempre culpados, nesta história. Todos os sérvios foram obrigados a fugir para Hague e os outros ficaram a rir-se. Havia um filtro, para escolher as pessoas. Nós ficámos doentes, no campo. Agora não poso fazer nada, nunca mais”

Os sérvios não esquecem o que deixaram para trás. Uma vida de trabalho e os haveres. E, em muitos casos, a saúde, como ainda hoje se lembra, num campo de refugiados:

“Nós tinhamos um apartamento confortável que era nossa propriedade, já tinhamos pago 75 por cento do valor total. O assunto foi para tribunal que decidiu que nós não tinhamos direito a nada. Viemos sem nada, sem dinheiro, sem pensão, nada. O meu marido ficou incapacitado e não temos nada”.

As autoridades sérvias dizem que se fez justiça e que isso ajuda à reconciliação dos povos do sudeste europeu.

Uma opinião ja veiculada pelo presidente sérvio, Boris Tadic