Última hora

Última hora

G20 vai vigiar desequilíbrios de grandes economias para evitar nova crise

Em leitura:

G20 vai vigiar desequilíbrios de grandes economias para evitar nova crise

Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros das Finanças do G20 chegaram a acordo em Washington para vigiar os desequilíbrios provocados por sete grandes países na economia mundial.

O objetivo é evitar uma nova crise financeira global.

O Fundo Monetário Internacional vai observar os níveis nacionais de dívida, os défices orçamentais e as balanças comerciais dos países em questão.

A ministra francesa da Economia explicou que as novas “linhas diretrizes funcionam como uma rede que cerca os países que não as respeitam”. Christine Lagarde acrescentou que “a rede é mais apertada para países considerados de importância sistémica, por representarem mais de cinco por cento do PIB do G20”.

Lagarde apenas apontou a França e a declaração final do G20 não explicita os restantes países. Mas os Estados Unidos e a China fazem certamente parte do grupo, bem como a Alemanha, o Japão, o Reino Unido e a Índia, segundo delegações presentes no encontro.