Última hora

Última hora

Síria promete levantar o estado de emergência

Em leitura:

Síria promete levantar o estado de emergência

Tamanho do texto Aa Aa

O estado de emergência que vigora na Síria, desde 1963, será levantado nos próximos dias.

A garantia foi dada pelo presidente Bashar el- Assad, num discurso perante o novo governo, transmitido em directo pela televisão pública.

Disse que o trabalho legislativo está praticamente pronto:

“O mais tardar, na próxima semana, terminará o estado de emergência. Se possível, ainda esta semana, mas será na próxima semana, o mais tardar”.

Falou depois dos protestos, para dizer que a conspiração sempre existiu, na Síria

“A conspiração existiu sempre, enquanto a Siria trabalha e toma decisões independentes.

A Síria está a comportar-se e a tomar um caminho de que eles não gostam. Quando temos inimigos, temos que esperar pela conspiração, que é inevitável e que está naturalmente, perto de nós”.

Evocou todos os que morreram, que considerou como mártires:

“Sinto amargura por cada pessoa que morreu ou foi ferida, e peço a Deus que ajude as suas famílias a compreenderem, a terem paciência. Considero-os como mártires, quer sejam civis, polícias ou efectivos das forças armadas”.

Um discurso que, para já, ainda não convenceu a oposição.

Os protestos têm-se repetido, como na sexta-feira, em Damasco.

As organizações do defesa dos direitos do homem continuama reclamar reformas profundas que liberalizem o regime.

Bashar el-Assad jás as prometeu, mas ainda não executou nenhuma. Diz que espera os resultados do trabalho de uma comissão jurídica, para depois agir.

O prazo para essa comissão apresentar o seu trabalho termina a 25 de Abril.