Última hora

Última hora

Ataque no Afeganistão visava ministro francês

Em leitura:

Ataque no Afeganistão visava ministro francês

Tamanho do texto Aa Aa

O ataque desta manhã ao Ministério da Defesa do Afeganistão visava o ministro francês da Defesa, Gérard Longuet, que se encontra no Afeganistão, de visita às forças francesas.
 
Foi um porta-voz dos Talibans que confirmou essa intenção, numa delcaração à agência France Press.
 
A mesma fonte disse que o atentado pretendia retaliar a França por aquilo que designou de invasão do Afeganistão.
 
Negou, por outro lado, que o atentado tivesse sido uma resposta à proibição do uso de véu integral às mulheres muçulmanas.
 
O Ministério gaulês da Defesa diz, pelo contrário, que nenhum elemento permite relacionar o atentado com a presença de Gérard Longuet.
 
O Ministério dos Negócios Estrangeiros de França condenou o ataque “com firmeza”, acrescentando que ele revela o desprezo dos terrorista pela vida humana.
 
No ataque, morreram dois soldados afegãos e sete outros ficaram feridos, de acordo com fonte oficial.