Última hora

Última hora

Bruxelas dá razão a Paris

Em leitura:

Bruxelas dá razão a Paris

Tamanho do texto Aa Aa

Paris não violou a abertura do espaço Schengen.

Esta é a conclusão da Comissão Europeia que aceitou os argumentos de Paris para o encerramento, temporário, na véspera do serviço ferroviário entre a França e a Itália.

As autoridades gaulesas dizem que se tratou de uma decisão pontual devido ao risco de desordem pública.

O serviço ferroviário foi retomado ao fim de sete horas, mas a polémica promete durar.

“Há 520.000 libaneses na fronteira com a Tunisia por causa da guerra. Há mais 720.000 na fronteira com o Egito. Acredita que um único país europeu é capaz de resolver este tipo de problemas de imigração?” pergunta o presidente da Câmara de Ventimiglia.

Esta é uma questão para qual ainda não há resposta.

A Itália emitiu cerca de 20.000 autorizações de residência temporárias. Uma espécie de passaporte para que os imigrantes, neste caso tunisinos, possam circular livremente no espaço Schengen. A decisão irritou vários países, a começar pela França e a Alemanha.