Última hora

Última hora

Extrema-direita finlandesa quer mudanças nos resgates da UE

Em leitura:

Extrema-direita finlandesa quer mudanças nos resgates da UE

Tamanho do texto Aa Aa

Alguns finlandeses já lhe chamam de revolução política. Com a quadruplicação do número de votos nas legislativas finlandesas, o principal partido da extrema-direita foi grande estrela do escrutínio. O líder do partido dos Verdadeiros Finlandeses é crítico do resgate financeiro a Portugal.

“Vamos renegociar com a União Europeia e acho que haverá um punhado de sugestões. Se estivermos no governo, estaremos nas negociações e teremos uma palavra a dizer. Algo novo vai acontecer e isso é muito bom, porque é evidente que estes resgates não têm estado a resultar”, disse Timo Soini.

O grande derrotado foi o partido da primeira-ministra Mari Kiviniemi ao arrecadar 15,8 por cento dos votos.

O partido da coligação nacional foi o mais votado, mas sem grande representação com 20 por cento. Jyrki Kaitainen prepara-se para ser o próximo primeiro-ministro de um governo de coligação. Uma aliança com o partido dos Verdadeiros Finlandeses, que passou de 5 para 19 por cento é uma possibilidade. Uma movimentação que se poderá fazer sentir nas modalidades de ajuda a países como Portugal, Grécia e Irlanda.