Última hora

Última hora

Imigrantes à procura de um sonho em França

Em leitura:

Imigrantes à procura de um sonho em França

Tamanho do texto Aa Aa

São, apenas, alguns dos milhares de imigrantes que todos os dias tentam deixar Itália com destino a França.

Na bagagem, levam o desejo de trabalhar na Europa, as autorizações de residência temporárias emitidas por Roma e algum dinheiro, enviado por familiares, tal como exige Paris.

Uma italiana explica que os imigrantes levantam em Ventimiglia, em média entre 100 a 200 euros.

Dinheiro, esse, enviado por familiares em França.

Os comboios que partem da última cidade italiana antes da fronteira com a França já estão a circular. Uma viagem onde expectativa é grande.

Uma jornalista pergunta a um tunisino se acredita que vai conseguir chegar a França.

O imigrante responde que sim e diz que se não conseguir regressa a Itália para tentar encontrar trabalho.

Um outro afirma que só fez a viagem depois de ter dinheiro e os documentos em ordem. Quando questionado sobre o que vai fazer responde: trabalhar.

A polícia francesa interceta, diariamente, dezenas de imigrantes.

A Itália defende que ao abrigo do acordo Schengen Paris não pode devolver as pessoas. O governo francês tem outra opinião e diz que possibilidade passou a estar prevista num acordo estabelecido entre os dois países em 2000.