Última hora

Última hora

Militares abrem fogo contra manifestantes em Sanaa

Em leitura:

Militares abrem fogo contra manifestantes em Sanaa

Tamanho do texto Aa Aa

As forças leais ao presidente do Iémen abriram fogo contra os manifestantes durante uma marcha realizada ontem na capital do país, Sanaa.

Fontes médicas indicam que pelo menos 22 pessoas foram atingidas e cerca de 200 receberam tratamento por ferimentos.

Os manifestantes foram reprimidos ainda com canhões de água e gás lacrimogénio.

A oposição do Iémen deu um prazo de duas semanas para o presidente Ali Abdullah Saleh, abandonar o poder.

Mas a pressão popular vais mais longe, milhares de pessoas saíram às ruas de Sanaa exigindo que o presidente parta imediatamente.

Ali Abdullah Saleh, ocupa o cargo desde 1978, e mostra-se determinado a manter-se até final do mandato em 2013, tendo lançado apelo ao diálogo com a oposição.

Nos últimos dois meses de protestos, pelo menos, 116 pessoas terão morrido e mais de mil ficaram feridas.