Última hora

Última hora

Cartão amarelo para a economia norte-americana

Em leitura:

Cartão amarelo para a economia norte-americana

Tamanho do texto Aa Aa

A agência de notação financeira Standard & Poor’s passou para “negativa” a expectativa de evolução da dívida nos Estados Unidos.

A agência justifica o anúncio com o facto dos responsáveis políticos norte-americanos não terem chegado a acordo sobre a forma de combater os desequilíbrios orçamentais.

Mohamed El-Erian, presidente da PIMCO, a maior gestora de fundos de investimento a nível mundial, alerta: “Washington está a ser alvo de avisos vindos de todos os quadrantes de que isto é um assunto sério e que ninguém pode escapar às consequências da deterioração da situação fiscal norte-americana. Não se trata apenas dos Estados Unidos, trata-se da economia global”.

A Standard & Poor’s admite que, nos próximos dois anos, há uma probabilidade em três da maior economia do mundo sofrer um corte no “rating” e vir a ter uma notação inferior à nota máxima AAA.

O anúncio penalizou os principais índices do outro lado do Atlântico. As praças norte-americanas encerraram em terreno negativo, a cair mais de 1%.