Última hora

Última hora

Chernobyl: um pesadelo ainda para várias décadas

Em leitura:

Chernobyl: um pesadelo ainda para várias décadas

Tamanho do texto Aa Aa

26 de abril de 1986 : O reator número quatro da central de Chernobyl explode. Uma catástrofe sem precedentes. As autoridades soviéticas improvisam.

Mais tarde, decidem cobrir o local da tragédia com uma espécie de sarcófago.

Da altura de um prédio de 20 andares, a estrutura de metal e betão continua de pé, mas apresenta agora enormes fissuras.

“Hoje, o sarcófago e tudo à volta representa um perigo sério para a saúde pública”, afirma o diretor da estação, Igor Gramotkin.

Em 2007, duas empresas francesas – Vinci e Bouygues – foram encarregadas de construir uma nova cúpula de proteção, com um duplo objetivo, como explica Pierre Berger, responsável dos Grandes Porjetos da Vinci:

“A proteção vai ter duas funções: a primeira, isolar a instalação durante a fase de desmantelamento, para evitar que as poeiras radioativas se dispersem no ambiente. A segunda será suportar o enorme guindaste necessário ao desmantelamento”.

Faraónicas, as obras começaram em 2010 e deve terminar em 2015, com três anos de atraso em relação ao calendário inicial. O desmantelamento deverá durar 50 anos.

A estrutura foi concebida em forma de arco gigante, com 108 metros de altura sobre 162 metros de comprimento e 257 metros de largura – duas camadas de metal e de materiais compostos, separadas por uma almofada de ar.

Montado ao lado do reator, o arco de 23 mil toneladas será seguidamente deslocado através de um carril por cima do sarcófafo existente. Em teoria será impermeável durante um século.

O custo da operação está calculado em 1,5 mil milhões de euros.

Mas o grande desafio dos dois milhões de toneladas de detritos radioativos fica por resolver. Por enquanto constinuam armazenadas a céu aberto 9 toneladas de plutónio e 20 de urânio.

O grupo francês, Areva, construiu um novo depósito, mas os defeitos de conceção impedem a sua utilização.

00.00 Avril 1986

26 de abril de 1986 : O reator número quatro da central de Chernobyl explode. Uma catástrofe sem precedentes. As autoridades soviéticas improvisam…

Mais tarde, decidem cobrir o local da tragédia com uma espécie de sarcófago

00.15 Tchernobyl aujourd’hui

Da altura d eum prédio de 20 andares, a estrutura de metal e betão continua de pé, mas apresenta agora enormes fissuras.

00.25 SOT1 Igor Gramotkin, Station director

“Hoje, o sarcófago e tudo à volta representa um perigo sério para a saúde pública”.

00.40 Map – (Set up Vinci Chairman)

Em 2007, duas empresas francesas, Vinci e Bouygues, foram encarregadas de construir uma nova cúpula de proteção, com um duplo objetivo:

0.50 SOT2 Pierre Berger, Chairman, Vinci Construction Grands Projets (October 2007)

“A proteção vai ter duas funções: a primeira, isolar a instalação durante a fase de desmantelamento, para evitar que as poeiras radioativas se dispersem no ambiente. A segunda será suportar o enorme guindaste necessário ao desmantelamento”.

01.13 travaux

Faraónicas, as obras começaram em 2010 e deve terminar em 2015, com três anos de atraso em relação ao calendário inicial. O desmantelamento deverá durar 50 anos.

01.23 Graph 1 – size of the shelter

A estrutura foi concebida em forma de arco gigante, com 108 metros de altura sobre 162 metros de comprimento e 257 metros de largura – duas camadas de ar e de materiais compostos, separadas por uma almofada de ar.

01.35 Animation + 01.41 Graph 2 – Slide on rails + weight (23.000 t)

Montado ao lado do reator, o arco de 23 mil toneladas será seguidamente deslocado através de um carril por cima do sarcófafo existente. Em teoria será impermeável durante um século.

O custo da operação está calculado em 1,5 mil milhões de euros.

01.50 Archives – problème du stockage des déchets

Mas o grande desafio dos dois milhões de toneladas de detritos radioativos fica por resolver. Por enquanto constinuam armazenadas a céu aberto 9 toneladas de plutónio e 20 de urânio

O grupo francês. Areva, construiu um novo depósito, mas os defeitos de conceção impedem a sua utilização.

Un nouvel entrepôt a bien été construit par le français Areva, mais des défauts de conception empêchent son exploitation.

02.04