Última hora

Última hora

Mundo automóvel concentra-se em Xangai

Em leitura:

Mundo automóvel concentra-se em Xangai

Tamanho do texto Aa Aa

As principais construtoras automóveis do mundo têm um teste importante, a partir desta terça-feira, com a abertura do salão de Xangai.

É o maior salão automóvel da China, que se tornou, nos últimos anos, o principal mercado mundial do setor. A China ultrapassou os Estados Unidos desde a última edição, em 2009.

Depois de dez anos com um crescimento anual de dois dígitos, o mercado automóvel do país está agora a crescer a um ritmo mais lento.

À semelhança de outros fabricantes ocidentais, também a General Motors está a diversificar a oferta, com a introdução de novos modelos: “É um grande passo para nós, porque estamos a abrir um novo segmento, algo único no mercado chinês – é uma mistura de experiência global, qualidade e fabrico que resultam num carro acessível destinado ao público fora das grandes cidades”, diz Kevin Wale, presidente da filial chinesa da GM.

Neste salão participam 2000 empresas, fabricantes de carros e peças automóveis, vindas de 20 países. Ao longo destes dias, vão ser apresentados 75 novos modelos de várias marcas, dos quais 19 fazem aqui a estreia mundial.