Última hora

Última hora

Ban Ki-moon apela ao reforço da segurança nas centrais nucleares

Em leitura:

Ban Ki-moon apela ao reforço da segurança nas centrais nucleares

Tamanho do texto Aa Aa

De visita a Chernobyl, pela primeira vez, o secretário-geral das Nações Unidas lembrou que da tragédia se podem extrair conclusões, em nome da segurança futura.

Ban Ki-moon apelou ao reforço da proteção das centrais, depois de visitar o palco daquele que é considerado o pior acidente da história da energia nuclear. A acompanhá-lo, o presidente da Ucrânia e o diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica.

“Em conjunto com o desastre de Chernobyl, o acidente na central de Fukushima deu-nos uma mensagem clara de que é preciso tirar lições destas tragédias. É preciso reforçar os padrões de segurança nuclear a nível nacional e internacional”, disse Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU.

Durante a visita, que disse ser emocionante, Ban Ki-moon pôde contemplar de longe o sarcófago que cobre o reator que explodiu em 1986. A estrutura será substituída em 2015 por um novo dispositivo, atualmente em construção.

No âmbito da conferência de doadores, que decorre em Kiev, a comunidade internacional aceitou desbloquear 550 milhões de euros, parte do financiamento necessário para a empreitada.