Última hora

Última hora

Iémen: ONU falha acordo e repressão aumenta

Em leitura:

Iémen: ONU falha acordo e repressão aumenta

Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho de Segurança da ONU, que analisou na terça-feira a situação no Iémen, não chegou a acordo sobre uma declaração comum, embora fosse manifestada inquietação com a repressão sangrenta do regime iemenita.

O Conselho de Segurança manifestou também o seu apoio à mediação do Conselho de Cooperação do Golfo, encarregado de encontrar uma solução para a crise no Iémen.

Desde finais de janeiro, a repressão da contestação ao regime do presidente Ali Abdallah Saleh causou mais de 125 mortos entre os manifestantes.

Hoje, na cidade de Taez após as orações da manhã, várias pessoas foram feridas a tiro durante uma manifestação de milhares de contestatários do regime iemenita.

Taez, situada a 200 quilómetros da capital, é palco de manifestações quase diárias organizadas por um movimento de contestação sem precedentes, lançado no final de janeiro em Sanaa e que se estendeu a todo o país.