Última hora

Última hora

Medo e fome em Misurata

Em leitura:

Medo e fome em Misurata

Tamanho do texto Aa Aa

Em Misurata, na Líbia, a população dá o tudo por tudo para conseguir sobreviver não apenas aos mísseis lançados pelas forças de Khadafi mas à fome.

Na terceira maior cidade do país, que é também o único reduto rebelde no oeste, é cada vez mais difícil fabricar pão porque não há como alimentar os fornos.

As padarias fecham e reabrem quando é possível. Mas o medo parece ser maior do que a necessidade de alimento.

“Em relação à padaria falta-nos combustível. Mas aquilo que nos perturba são os bombardeamentos aéreos. Sentimo-nos expostos porque acontecem muito perto daqui. Estamos sempre expostos e isso é chocante”.

Numa padaria voltou-se ao sistema de troca. Pão por qualquer outra coisa que faça falta como água e medicamentos.

É a lei da sobrevivência numa cidade que espera a chegada da mais ajuda internacional já prometida por países como França, Reino Unido e Itália.