Última hora

Última hora

Bélgica assinala um ano sem governo

Em leitura:

Bélgica assinala um ano sem governo

Tamanho do texto Aa Aa

A Bélgia vive há exatamente um ano em crise governativa e não se vislumbra qualquer solução.

Na base da questão, as divergências entre as duas comunidades que dividem um dos mais pequenos países da Europa.

Os jornais belgas, à sua maneira, assinalam a efeméride. O “Le Soir” dedica-lhe a manchete, com um complexo xadrês de fotogarfias dos intervenientes nesta crise.

Em abril de 2010, os liberais flamengos abandonaram a coligação do Primeiro-Ministro, Ives Leterme, em protesto contra aquilo que designaram de bloqueio legislativo, da minoria francófona, os valões.

As eleições antecipadas atribuiram a vitória à Nova Aliança Flamenga, de Bart de Wever, mas com escassos 28 por cento, portanto, sem uma solução governativa.

Wever tem puxado a corda, mas na Flandres, sobe o tom das críticas e daqueles que lhe apontam o dedo, como causador desta crise.

O Partido Socialista francófono tenta agora uma negociação.

Os belgas têm protestado, das mais diversas maneiras. Despojando-se até da própria roupa, num país de poucos calores.