Última hora

Última hora

Líbia: Atiradores furtivos expulsos do centro de Misrata

Em leitura:

Líbia: Atiradores furtivos expulsos do centro de Misrata

Tamanho do texto Aa Aa

Prosseguem os combates no centro de Misrata.

Durante a noite, os edifícios onde estavam escondidos os atiradores furtivos foram libertados.

Uma testemunha afirma que pelo menos cem homens leais a Kadafi terão sido mortos e 20 renderam-se.

Os Estados Unidos deram, entretanto, luz verde para a utilização dos famosos Drone, aviões de reconhecimento do terreno, que foram utilizados no Iraque e no Afeganistão e também em territórios em que os americanos não têm tropas, como o Paquistão.

O general James Cartwright explica que são usados apenas em áreas urbanas onde é preciso evitar os danos colaterais e o que vão fazer é gerir esses danos colaterais.

Calcula-se que centenas de pessoas tenham sido mortas nestes dias de cerco à cidade de Misrata. Há já vários dias que as as organizações humanitárias denunciam o uso de bombas de fragmentação por parte das forças leais a Kadafi; agora é secretária de Estado norte-americana que avança com a informação.

A guerra na Líbia promete durar. Esta quinta-feira, em conferência de imprensa, o porta-voz do governo líbio confirmou que as populações estão a ser armadas para combaterem contra os insurgentes e as forças da NATO.