Última hora

Última hora

Ofensiva aérea na Líbia cada vez mais perto do solo

Em leitura:

Ofensiva aérea na Líbia cada vez mais perto do solo

Tamanho do texto Aa Aa

A intervenção militar estrangeira na Líbia entra numa nova fase, com o recurso a aviões não tripulados para lançar ataques contra as forças fiéis a Kaddafi.

Os Estados Unidos aprovaram o envio de dois drones Predator, equipados de mísseis Hellfire para melhorarem a eficácia dos ataques aéreos da NATO, em especial na cidade sitiada de Misrata.

A decisão foi anunciada pelo secretário da Defesa Robert Gates, que rejeitou no entanto uma maior participação norte-americana no conflito.

“Como afirmou o presidente Obama nós estamos dispostos a utilizar determinados recursos especiais, como os drones predator, que iniciaram hoje a sua missão e que vão permitir uma maior precisão nos ataques ao solo”.

Os dois aviões não tripulados vão sobrevoar 24 sobre 24 horas as principais áreas urbanas do Oeste da Líbia, em especial a cidade de Misrata, sitiada pelas forças de Kaddafi desde dia 20 de Fevereiro.

Pelo menos mil habitantes terão morrido na sequência dos ataques das forças fiéis ao regime, na sua maioria civis.

Mais de três mil pessoas terão ficado feridas, criando uma urgência humanitária crescente na terceira cidade líbia.

Os rebeldes no terreno queixam-se de falta de recursos e acusam o exército de recorrer a bombas de fragmentação e a franco-atiradores, quando a batalha na cidade se faz rua a rua.