Última hora

Última hora

Iémen: manifestantes exigem demissão imediata do presidente

Em leitura:

Iémen: manifestantes exigem demissão imediata do presidente

Tamanho do texto Aa Aa

O plano de transição de poder no Iémen, apoiado pelo presidente e pela oposição, parece ter sido chumbado nas ruas.

Os manifestantes voltaram hoje a exigir a demissão imediata do presidente rejeitando qualquer amnistia para o chefe de Estado, depois da polícia ter morto mais de cem manifestantes nas últimas semanas.

A proposta de transição de poder em três meses tinha sido apresentada por vários países do Golfo e incluía a criação de um governo transitório com a oposição, a demissão do presidente Saleh em 30 dias e a convocação de eleições antecipadas.

Para um manifestante, “Saleh é um mentiroso, há 33 anos que continua a mentir, nunca foi um político honesto”.

Outro manifestante considera que, “o plano de transição dos países do Golfo é uma anedota contada ao movimento juvenil que vai contra a nossa principal exigência, o fim imediato do regime”.

Confrontado com o atual impasse, o presidente voltou hoje a acusar a oposição de querer levar a cabo um golpe de Estado, com o apoio da Al-Qaida.