Última hora

Última hora

Mais de uma dezena de feridos nas manifestações do Iémen

Em leitura:

Mais de uma dezena de feridos nas manifestações do Iémen

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de professores saíram à rua, em Sanaa. Uma marcha em direção do ministério da Educação do Iémen, para exigir a demissão do presidente Ali Abdallah Saleh.

Se, na capital do Iémen, a manifestação foi pacífica, o mesmo não se pode dizer em relação ao resto do país. Em Ibb, pelo menos três manifestantes foram feridos.

E em Taiz, segunda maior cidade do país, terão sido 10, os manifestantes feridos por balas, quando a polícia tentou dispersas a manifestação. Esta cidade foi palco dos mais violentos confrontos. Segundo os ativistas, dezenas de pessoas foram igualmente detidas.

Desde o início da revolta, pelo menos 120 pessoas já perderam a vida, no Iémen.

Há 33 anos no poder, o presidente iemenita terá aceite o plano do Golfe, para abandonar a presidência, mas… só depois de eleições, a organizar eventualmente ainda este ano.