Última hora

Última hora

Porto de Misrata bombardeado

Em leitura:

Porto de Misrata bombardeado

Tamanho do texto Aa Aa

O porto de Misrata foi alvo de bombardeamentos, pelas forças de Kadafi. O porto é único meio de contacto entre a cidade rebelde e o exterior, já que todas as estradas foram cortadas pelas forças do ditador líbio.

Fontes médicas dão conta que três refugiados africanos morreram e vários outros ficaram feridos, em consequência dos bombardeamentos. Dois mil imigrantes africanos vivem num acampamento, no porto de Misrata.

Um barco da Organização Internacional para as Migrações, que devia resgatar 550 refugiados, teve de afastar-se, por razões de segurança, sem embarcar os imigrantes.

Misrata não foi a única cidade líbia onde o braço-de-ferro entre os rebeldes e as forças leais a Muammar Kadafi se faz sentir.

Também no Leste, as tropas leais a Kadafi terão retomado o controlo de Brega, ao passo que em Ajdabiyah continuam os confrontos entre as duas partes.

Nas montanhas ocidentais, os rebeldes garantem ter assumido o controlo de Al-Majabira. A cidade estava nas mãos das forças fiéis a Kadafi. Forças que, os rebeldes, alegam ser formadas por mercenários estrangeiros.