Última hora

Última hora

ONU e UE defendem sanções contra Bachar al-Assad

Em leitura:

ONU e UE defendem sanções contra Bachar al-Assad

Tamanho do texto Aa Aa

O fim da violência na Síria e sanções contra o regime de Bachar al-Assad: este é o tom do discurso do Conselho de Segurança da ONU e também da União Europeia.

Em termos de sanções, a União Europeia diz que todas as “opções estão, agora, em aberto, e certos Estados membros chamaram os embaixadores da Síria para lhes passarem a mesma mensagem do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon: “Condeno vivamente a violência contínua contra manifestantes pacíficos, e concretamente, o uso de tanques e de tiros que mataram e feriram centenas de pessoas. É preciso uma investigação independente, transparente e eficaz.”

Desde que as manifestações pró-democracia e contra o regime de Bachar al-Assad começaram, há seis semanas, mais de 400 pessoas foram mortas.

Os jornalistas, no terreno, também não têm a tarefa facilitada: a maioria das imagens recolhidas é-o graças às câmaras de vídeo dos telemóveis. Mas é o suficiente para mostrar a brutalidade policial contra os manifestantes.