Última hora

Última hora

Acampar no centro de Londres

Em leitura:

Acampar no centro de Londres

Tamanho do texto Aa Aa

Os passeios que conduzem à Abadia de Westminster, em Londres, tornaram-se num verdadeiro acampamento selvagem. O povo saiu à rua, vindo um pouco de todo o mundo.

Há vários dias que as tendas vêm crescendo como cogumelos. Há de todas as cores e de diversas nacionalidades. O desconforto de noites mal dormidas não parece incomodar, quem tem objetivos tão precisos.

“Muitas destas pessoas fizeram um longo caminho para partilharem esta ocasião histórica e talvez vislumbrar o casal real à saída da Abadia de Westminster”.

De acordo com os serviços de turismo da capital britânica, a cidade recebe no dia da boda 600 mil pessoas e quase metade vem do estrangeiro:

“Eu venho de Washington DC, atirei-me para aqui e tenciono ficar aqui toda a noite. Tenho uma amiga que vem também e vamos encontrar-nos aqui. Vamos aconchegar-nos para não termos frio e esperar para ver o vestido”.

Eu chamo-me Marie Bardot e venho de França, de Toulouse. O casamento do príncipe… adoro a Inglaterra, adoro a festa e Kate e William. Sempre é a futura rainha de Inglaterra, por isso tinha vontade de estar aqui”.

“Eu venho da Venzuela. E como toda a gente espero ansiosamente o casamento de William e Kate.

Uma espera que se arrisca a ser molhada. O instituto de meteorologia britânico prevê chuva pelo menos durante a noite e nada garante que os noivos não serão abençoados pelo céu à saída da igreja.