Última hora

Última hora

Fatah e Hamas unidos na resposta a Israel

Em leitura:

Fatah e Hamas unidos na resposta a Israel

Tamanho do texto Aa Aa

O Fatah e o Hamas estão decididos a prosseguir na via da reconciliação – que isso agrade ou não a Israel.
 
Os responsáveis dos dois movimentos palestinianos reagiram às declarações de Benjamin Netanyahu, para quem o Hamas é um inimigo de Israel. A resposta do líder palestiniano, Mahmoud Abbas, não se fez esperar: “O Hamas é parte integrante do povo palestiniano. Não posso excluí-lo. Gostemos ou não, concordemos com ele ou não, o Hamas faz parte do nosso povo. E Netanyahu, por favor, vai ter de optar entre a colonização e a paz.”
 
Uma resposta direta do responsável do Fatah ao primeiro-ministro israelita, que afirmara que a Autoridade Palestiniana tem de escolher entre a paz com Israel e a paz com o Hamas.
 
Do lado do Hamas, o discurso é semelhante. “A resposta sensata às declarações israelitas é a implementação total do acordo, no terreno, e o seu respeito”, afirmou Isamil Radwan, porta-voz do Hamas.
 
O acordo entre o Hamas e o Fatah, mediado pelo Egito e com o apoio do mundo árabe, mas que tanto desagrada a Israel, põe fim a quatro anos de desentendimentos entre as duas forças, e prevê a formação de um governo de transição com vista a eleições presidenciais e legislativas dentro de um ano.