Última hora

Última hora

Hamas e Fatah abrem caminho da reconciliação

Em leitura:

Hamas e Fatah abrem caminho da reconciliação

Tamanho do texto Aa Aa

O Hamas e a Fatah colocaram fim a 4 anos de costas de voltadas e assinaram um acordo para a formação de um governo de transição com vista a eleições presidenciais e legislativas dentro de um ano.

Mediadas pelo Egito, as delegações palestinianas entenderam-se após negociações no Cairo.

Hamad el-Rakeb, porta-voz do movimento islâmico Hamas: “Ao alcançarmos um acordo inicial significa que começámos a arranjar a solução para os nossos problemas mais difíceis. Com este acordo e com o apoio do Egito e do mundo árabe esperamos tornar a reconciliação uma realidade”, disse.

Este entendimento será a resposta dos dirigentes ao apelo popular nas ruas de Gaza e Ramallah no mês de Março.

A resposta de Israel foi de desagrado. “A Autoridade Palestiniana deve escolher entre a paz com Israel e a paz com o Hamas. A paz com os dois é impossível porque o objetivo do Hamas é destruir o Estado de Israel, algo que advoga claramente”, disse o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

A resposta da Autoridade Palestiniana de Mahmud Abbas não se fez esperar ao afirmar que o primeiro-ministro israelita deveria escolher entre a paz e a colonização.