Última hora

Última hora

Dia do Trabalhador na Turquia

Em leitura:

Dia do Trabalhador na Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro de Maio foi marcado por várias manifestações na Turquia. Em Istambul, milhares de pessoas concentraram-se na Praça Taksim, pela segunda vez em 34 anos.

Os manifestantes colocaram cravos vermelhos no local onde a 1 de maio de 1977 vários indivíduos abriram fogo sobre a multidão, matando 34 pessoas. Os autores do ataque nunca foram identificados.

Em Ancara, foram registados alguns confrontos entre os manifestantes e a polícia. Incidentes isolados relativamente ao resto das manifestações, essencialmente marcadas pelos apelos dos líderes sindicais e políticos para uma solução pacífica do conflito curdo e para melhorias laborais.

O Dia do Trabalhador foi, ainda, celebrado em Diyarbakir, no sudeste do país. Com 72 milhões de habitantes, estima-se que a Turquia tenha entre 3,5 e cinco milhões de desempregados.