Última hora

Última hora

Paquistão felicita morte de Bin Laden, embaraçosa para Islamabad

Em leitura:

Paquistão felicita morte de Bin Laden, embaraçosa para Islamabad

Tamanho do texto Aa Aa

O governo paquistanês classificou a morte de Ossama Bin Laden como uma “grande vitória” contra o terrorismo.

Mas a reação oficial foi lenta, levantando questões sobre se Islamabad teria realmente conhecimento da operação norte-americana ou foi apanhada de surpresa pela notícia.

Um advogado da capital defende que “nenhuma força externa deve ser autorizada a entrar no território paquistanês. Se um país conduziu uma operação dentro do território, é um atentado à soberania do Paquistão”.

Em Karachi, há também quem diga que, agora que o líder da Al Qaida foi morto, as forças norte-americanas devem pôr fim às operações com aviões não tripulados.

Um residente diz que “os Estados Unidos devem acabar com os ataques com ‘drones’. Se [Bin Laden] morreu, a [Al Qaida] foi definitivamente destabilizada, por isso os Estados Unidos devem parar de matar paquistaneses inocentes”.

A morte de Bin Laden numa localidade a menos de duas horas de Islamabad e que abriga uma academia militar, significa também um embaraço para as autoridades paquistanesas.