Última hora

Última hora

Vencedores do "Tribeca 2011"

Em leitura:

Vencedores do "Tribeca 2011"

Tamanho do texto Aa Aa

Os vencedores nas diferentes categorias da competição do festival de cinema de Tribeca foram anunciados na noite de quinta-feira, em Nova York.

Apresentaram-se 12 ficções e 12 documentários, vindos de 21 países.

A escolha dos jurados, entre eles Robert de Niro, para a melhor ficção foi para o filme sueco, “She Monkey’s”.

O filme foi realizado por Lisa Aschan que recebeu a notícia com indisfarçável emoção:

“Eu não estava preparada para nada. Estava a tomar uma bebida ali ao canto”.

O filme gira à volta de duas adolescentes, cuja amizade degenera em rivalidade.

“Praia de Bombaim” é um documentário sobre as pessoas de uma antiga estância turística da Califórnia.

A decisão do juri foi unânime, considerando que o filme de Alam Har é bonito e inventivo.

Ramadhan “Shami” Bizimana ganhou o prémio para o melhor ator, no filme ruandês e australiano, “Massa Cinzenta”, sobre o genocídio.

Desempenhou o persongem “Yvan”. Bizimana não conseguiu obter o visto, para entrar nos Estados Unidos.

Por isso, o prémio foi entregue ao realizador, Kivu Ruhorahoza:

“Eu sou o realizador do filme, não sou ator. Mas estou muito feliz por ele, que não conseguiu o visto, para estar aqui”.

Carice van Houten foi nomeada a melhor actriz, pela sua actuação em “Borboletas Pretas”:

“Obrigado África do Sul por esta inspiração. O meu o coração não me deixa dizer mais. Muito obrigado”.

“Borboletas Pretas” é inspirado num drama, vivido na África do Sul, no tempo do apharteid,

pela poetiza africana, Ingrid Jonker.

Foram também anunciados, na cerimónia, os vencedores das curtas metrágens, presentes no festival.

Foram escolhidas pela audiência.

“Donor Unknown”, de Jerry Rothwell, foi uma delas e por isso recebeu financiamento do fundo para documentários de Gucci Tribeca.

Um documentário que fala da herança genética, da identidade, e da influência familiar.

A melhor curta metragem foi para “Dungeon Master” dos cineastas Shiloh e Rider Strong.

“Shane” e seus amigos pensaram que seria divertido recuperar a juventude com uma brincadeira de dragões.

Mas alguém lhes mostrou que isso seria impossível.