Última hora

Última hora

A operação norte-americana que conduziu à morte de Bin Laden

Em leitura:

A operação norte-americana que conduziu à morte de Bin Laden

Tamanho do texto Aa Aa

Bin Laden foi morto numa operação exclusivamente norte-americana contra o complexo fortificado onde se escondia, em Abbotabad, a norte da capital paquistanesa.

Três helicópteros assaltaram a residência com 25 membros das forças especiais norte-americanas. O líder da Al Qaida, um dos filhos e outros dois homens e uma mulher perderam a vida na operação.

Ler mais…

O conselheiro de Barack Obama para as questões de segurança nacional e contraterrorismo, John Brennan, explicou que estudaram “a possibilidade, ainda que remota já que ele resistiria certamente à detenção, de que fossem capazes de capturá-lo”.

Terminada a operação, o corpo de Bin Laden foi transportado para um navio norte-americano, a partir do qual foi lançado ao mar. A administração norte-americana ainda está a estudar a possibilidade de divulgar como prova a foto do corpo do líder da Al Qaida. Segundo um responsável norte-americano, existe também um vídeo do funeral.

Brennan acrescentou que “o funeral de Bin Laden decorreu de acordo com os preceitos e práticas islâmicas. Foi preparado seguindo os requisitos islâmicos”.

Os serviços secretos paquistaneses dizem ter partilhado informação com os Estados Unidos, mas sublinharam que não participaram na operação.

Brennan disse ainda que “é inconcebível que Bin Laden não tenha tido um sistema de apoio no Paquistão, para permanecer ali durante um longo período de tempo”.

O inimigo número um dos Estados Unidos estava escondido, não nas zonas tribais, mas numa vivenda fortificada construída em 2005, localizada a apenas duas horas de Islamabad.

Osama bin Laden: percurso do inimigo público n.° 1