Última hora

Última hora

Mundo muçulmano dividido sobre morte de Ben Laden

Em leitura:

Mundo muçulmano dividido sobre morte de Ben Laden

Tamanho do texto Aa Aa

Entre dúvidas sobre se Osama Ben Laden está mesmo morto e questões morais sobre se devia ter sido assassinado ou não, o mundo muçulmano está divido em relação à morte do líder da Al-Qaeda.

Ler mais…

No bairro de Little Pakistan, em Nova Iorque, Faisal diz que “nem toda a gente acredita que ele está morto. As pessoas querem ver o corpo.”

Em Sanaa, a capital iemenita, as reações estão longe de ser consensuais. Junto à Praça Al Taghyeer, onde está instalado o acampamento dos opositores ao regime do presidente Saleh, Mohamed Alwatari afirma que se Osama Ben Laden foi mesmo morto, um milhar de Ben Laden vão aparecer, se Deus quiser.”

Outro iemenita, Saleh Albudaini, diz que se Ben Laden fazia parte da Al-Qaeda e era um terrorista, então a sua morte é aceitável. Se eles têm provas de que ele é um terrorista então nós detestamos esses terroristas.”

Na capital do Quirguistão, Bichkek, mais do que pôr em causa a morte de Ben Laden a população local questiona-se sobre as consequências desta morte.

“Não se pode detestar o Islão só por causa de Osama Ben Laden, mas também não se pode esperar que o terrorismo desapareça por causa da morte de Ben Laden, defende um habitante de Bichkek.