Última hora

Última hora

Bruxelas e Jacarta unidas no combate à desflorestação

Em leitura:

Bruxelas e Jacarta unidas no combate à desflorestação

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia e a Indonésia assinaram um acordo para lutar contra o corte e exportação ilegal de madeira.

O pacto resulta de quatro anos de negociações. Ajudará a Indonésia a assegurar a legalidade das exportações e a captar mais oportunidades de negócio do exterior.

O Acordo Voluntário de Aliança prevê que as empresas europeias importem apenas a madeira certificada, de acordo com as leis ambientais indonésias.

Isso mesmo explica o Comissário Europeu para o Comércio, Karel de Gucht: “A base é voluntária, mas na prática dentro de pouco tempo vai ser preciso o certificado para se conseguir exportar para o mercado europeu. É disso que se trata. Ninguém é obrigado a ter o certificado, mas se não o tiverem dentro de alguns anos não será mais possível exportar para o mercado europeu.”

Atualmente, a União Europeia importa 807 milhões de euros anuais em madeira e papel da Indonésia.

Entre 1990 e 2005, o país perdeu até 28 milhões de hectares de floresta, sobretudo nas ilhas de Sumatra e Bornéu. As medidas do Governo de Jacarta para tentar travar a desflorestação foram infrutíferas.

Em 2008, o ritmo de destruição da floresta foi de mais de um milhão de hectares num ano, o que equivale a 123 campos de futebol por hora.