Última hora

Última hora

Começa julgamento de suspeito nazi acusado de crimes de guerra

Em leitura:

Começa julgamento de suspeito nazi acusado de crimes de guerra

Tamanho do texto Aa Aa

Considerado o suspeito nazi de crimes de guerra mais procurado do mundo, Sandor Kepiro, começou esta quinta-feira a ser julgado num tribunal em Budapeste.

O húngaro de 97 anos está acusado de crimes na Sérvia em 1942, nomeadamente contra judeus.

Kepiro arrisca-se a uma pena de prisão perpétua. Na sessão de abertura do processo clamou inocência: “Estou completamente inocente. Sou o último resistente, não há mais ninguém, estão todos mortos”, disse Sandor.

O tribunal alega que Kepiro foi “cúmplice” no massacre que ocorreu em Novi Sad, território atualmente sérvio. Pelo menos 1200 civis, entre os quais se contam judeus e sérvios, morreram durante esses dias.

“É o mais velho criminoso nazi a ser submetido a julgamento. Penso que isso representa uma mensagem clara de que se existirem crimes deste tipo haverá um esforço para se fazer justiça, mesmo que apenas décadas mais tarde”, lembra Efraim Zuroff, do Centro Simon Wiesenthal.

Kepiro já tinha sido condenado em 1946 a 14 anos de prisão por crimes de guerra, mas conseguiu escapar para a Argentina onde viveu vários anos.

Décadas depois, em 1996, voltou a Budapeste onde foi localizado pela famosa ONG Simon Wiesenthal.

Em Novi Sad, os sobreviventes do massacre dizem viver hoje mais tranquilos. Teodor Kovac é um deles: “A satisfação é sempre um tipo de gratificação. Ele deve ser punido, independentemente da idade, tem agora 96, 97 anos. A dor continua enquanto ele estiver vivo, por isso vamos magoá-lo também pelo que aconteceu. Esta vingança é de certa forma um castigo e aviso para os outros.”

Kepiro deverá ser presente a tribunal pelo menos mais quatro vezes. A sentença vai ser conhecida no próximo dia 19 de Maio.