Última hora

Última hora

Japão vai encerrar central nuclear de Hamaoka

Em leitura:

Japão vai encerrar central nuclear de Hamaoka

Tamanho do texto Aa Aa

Ainda a braços com o drama nuclear de Fukushima, as autoridades do Japão concentram já a atenção numa segunda central nuclear de alto risco.

O primeiro-ministro ordenou o fim da produção da central de Hamaoka, devido ao risco sísmico da região em que está construída. Naoto Kan anunciou que pediu à companhia elétrica que gere a central para parar todos os reatores e explicou:

“Não há risco de falta de eletricidade, acredito firmemente que ultrapassaremos isso com a ajuda não só das pessoas da região como de todo o país com um esforço ainda maior de poupança energética e de consumo inteligente”.

Hamaoka, que é gerida pela companhia Chubu Electric, encontra-se na costa do Pacífico, em Tokai, uma região de confluência de três placas tectónicas e onde se teme um forte sismo nas próximas décadas.

Entretanto, o imperador Akihito e a esposa, Michiko, visitaram um centro de refugiados na província de Iwate.

É a quarta vez que o casal imperial, que normalmente não é visto em público, se desloca junto das famílias em dificuldades.