Última hora

Última hora

Trabalhadores no interior do reator japonês

Em leitura:

Trabalhadores no interior do reator japonês

Tamanho do texto Aa Aa

Prosseguem os trabalhos para controlar a fuga radioactiva da central japonesa de Fukushima.

Um controle que se estende igualmente à central nuclear de Kashiwazaki.

Os níveis de radioactividade cresceram alarmantemente, em áreas situadas a 15 quilómetros de distância, da central nuclear.

A grande preocupação continua a ser o mar, um meio difusor da radioactividade.

Pela primeira vez, 13 trabalhadores alcançaram o interior do reator para procederem a algumas operações.

Estiveram no interior apenas durante uma hora e meia.

A vigilância continua a ser uma proridade, para a qual foi mobilizado o exército.

Está em laboração um robot que vai executando algumas tarefas, em zonas interditas aos trabalhadores.

Os moradores da zona evacuados foram informados que só poderão regressar a casa,, na melhor das hipóteses, no princípio do próximo ano.