Última hora

Última hora

Al-Qaeda rejeita estar por detrás do atentado de Marraquexe

Em leitura:

Al-Qaeda rejeita estar por detrás do atentado de Marraquexe

Tamanho do texto Aa Aa

A Al-Qaeda no Magrebe Islâmico rejeitou estar por detrás do atentado de 28 Abril em Marraquexe, matou 17 pessoas entre as quais um português.

Em comunicado, o grupo que é uma filial da Al-Qaeda no norte de África, desmente as informações divulgadas pelo Ministério do Interior marroquino que acusava a organização terrorista de estar por detrás do ataque na Praça Jemaa El Fna.

As autoridades marroquinas detiveram três suspeitos de nacionalidade marroquina. Entre eles está o presumível autor do atentado que terá fabricado o engenho explosivo que foi detonado à distância.

Entretanto, a vida na cidade marroquina voltou à normalidade e há mesmo quem defenda que o local é seguro.

“Nós sentimo-nos em segurança aqui. Tem havido muita segurança no hotel, no casino. Há controlos. Isto pode acontecer em qualquer parte do mundo.”