Última hora

Última hora

Exército reprime contestação com tanques

Em leitura:

Exército reprime contestação com tanques

Tamanho do texto Aa Aa

A repressão sangrenta das autoridades sírias custou a vida a pelo menos mais seis pessoas este sábado, abatidas a tiro. Quatro das vítimas eram mulheres que participavam num protesto contra o regime do presidente Bashar al-Assad. As mortes foram confirmadas pelo observatório sírio dos direitos humanos.

As forças armadas entraram com tanques na cidade de Banias, um dos centros da contestação, e controlaram vários bairros, fazendo inúmeras detenções.

De acordo com testemunhas, as autoridades recorreram a atiradores furtivos no topo dos edifícios.

Uma fonte militar citada pela agência Reuters referiu que unidades das forças armadas perseguiram grupos terroristas em Banias e também em Dera e além das detenções apreenderam várias armas.

As forças do presidente Bashar al-Assad terão morto pelo menos 800 civis, segundo o grupo de direitos humanos Sawasiah.