Última hora

Última hora

Autárquicas são teste político para a Albânia

Em leitura:

Autárquicas são teste político para a Albânia

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições autárquicas deste domingo na Albânia são um teste às ambições europeias do país. Tirana deve fazer um escrutínio transparente, “livre e justo”, avisou a União Europeia.

Desde a queda do comunismo, no início dos anos 90, todos os resultados das eleições foram contestados. As últimas legislativas não foram exceção. O primeiro-ministro, Sali Berisha, quer que as autárquicas de hoje provem a vitória da direita há dois anos.

O líder da oposição socialista e presidente da câmara de Tirana, Edi Rama, nunca reconheceu a legitimidade do primeiro-ministro e espera que os resultados de hoje lhe permitam pedir legislativas antecipadas.

O braço-de-ferro traduziu-se em violentos protestos contra o governo, em janeiro, que resultaram na morte de quatro manifestantes.

A campanha eleitoral foi marcada por vários incidentes. O último, na quinta-feira, foi a destruição do carro de um candidato da oposição.