Última hora

Última hora

Pessimismo ensombra Dia da Europa

Em leitura:

Pessimismo ensombra Dia da Europa

Tamanho do texto Aa Aa

As bandeiras voaram bem alto para assinalar o Dia da Europa.

No entanto, as diferenças políticas e económicas do velho continente resistem à imagem do bloco comunitário.

Na cidade de Florença, onde se celebrou um festival do Dia da Europa, percebe-se o pessimismo.

A crise na Zona Euro parece estar a piorar. Durante meses classificou-se a crise da dívida soberana grega de “insustentável”.

Os 110 mil milhões de euros para o resgate financeiro não deram resultado e na última sexta-feria houve relatos de que o país estaria pronto a deixar a Zona Euro.

“Há um sentimento de pessimismo que normalmente apresenta a Europa como um continente fora de moda, em contraste com o poder crescente da China, Índia, Brasil, Argentina ou México”, diz Pascal Delwit, professor universitário em Bruxelas.

A agravar o cenário está a falta de solidariedade entre os Estados-membros.

França e Itália desentenderam-se recentemente por causa da vaga de imigrantes ilegais vindos do Norte de África rumo à Europa.

“É um projecto, por isso temos de nos apoiar, e isso não é possível sem solidariedade”, revela Androulla Vassiliou, a Comissária Europeia da Educação.

Solidariedade e União. A prova de fogo da Europa nos póximos tempos.