Última hora

Última hora

Filhos de Bin Laden acusam EUA de violarem a lei internacional

Em leitura:

Filhos de Bin Laden acusam EUA de violarem a lei internacional

Tamanho do texto Aa Aa

Na edição online do The New York Times os filhos mais velhos de Osama bin Laden denunciaram “a execução arbitrária” do pai e acusam os Estados Unidos de violarem a lei internacional.

Na mesma declaração também é referido que Omar Bin Laden sempre discordou da via da violência escolhida pelo pai e lamentou a perda de vidas nos atentados que orquestrou. Já em 2008 afirmava:

“Tenciono ser um embaixador da paz. Penso que posso ajudar as pessoas. Acho que todos deviam ser embaixadores da paz, e não apenas eu e mais alguns”.

Omar e os irmãos condenam o presidente dos Estados Unidos por ter “ordenado a execução de mulheres e de um homem desarmado” sem detenções nem julgamentos e exigem que a ONU leve a cabo um inquérito sobre essa matéria.

Caso não obtenham resposta no prazo de 30 dias, avisam que irão recorrer a outras instâncias internacionais, como o Tribunal Penal Internacional ou o Tribunal Internacional de Justiça.