Última hora

Última hora

Grécia acolhe inspetores da UE e do FMI com greve geral

Em leitura:

Grécia acolhe inspetores da UE e do FMI com greve geral

Tamanho do texto Aa Aa

A violência volta a marcar a revolta dos gregos contra as medidas da austeridade em dia de greve geral.

Uma manifestação no centro de Atenas degenerou em confrontos com a polícia, no momento em que o primeiro-ministro grego acolhia uma delegação de inspetores do FMI e da Comissão Europeia.

A polícia tentou dispersar a manifestação com gás lacrimogéneo, depois de ter sido atingida por vários cocktail molotov.

Pelo menos 7 pessoas ficaram feridas, cinco manifestantes foram detidos pela polícia.

“Estão a destruir as nossas vidas com estas medidas de austeridade”, afirma uma manifestante.

“Estas medidas não conseguiram mudar nada, só conseguiram fazer com que a população fique cada vez mais pobre. Todas as conquistas dos trabalhadores nestes anos estão a ser postas em causa por estas medidas”.

Os sindicatos convocaram para hoje uma greve geral, a segunda este ano contra a possibilidade de uma nova vaga de medidas de austeridade.

Aeroportos, portos e estações de comboio estiveram paralisadas durante todo o dia em sinal de revolta contra as consequências do plano de austeridade sobre o aumento do desemprego e a depreciação do nível de vida dos gregos.