Última hora

Última hora

Justiça norte-americana condena fundador do fundo de investimentos Galleon

Em leitura:

Justiça norte-americana condena fundador do fundo de investimentos Galleon

Tamanho do texto Aa Aa

O fundador do grupo Galleon foi considerado culpado, no maior caso de uso de informação privilegiada por um fundo de investimentos alguma vez julgado nos Estados Unidos.

A sentença contra o milionário de 63 anos originário do Sri Lanka será conhecida a 29 de Julho. Raj Rajaratnam poderá aguardar a leitura em liberdade, apesar da oposição expressa pelos procuradores, que alertam para o risco de fuga para um país sem acordos de extradição com os Estados Unidos.

O milionário foi considerado culpado de todos os 14 delitos de fraude e conspiração que lhe eram imputados.

O advogado e antigo procurador David Siegal diz que “é um sinal de aviso para quem tenta obter vantagens a partir de informação material ‘não-pública’, porque o governo irá apanhá-los, julgá-los e mete-los na cadeia”.

O fundador do grupo Galleon era acusado de cometer transações ilegais, baseando-se em fugas de informação confidencial de empresas cotadas em bolsa, arrecadando perto de 64 milhões de dólares.