Última hora

Última hora

Sismo mata oito passoas em Espanha 

Em leitura:

Sismo mata oito passoas em Espanha 

Tamanho do texto Aa Aa

Estão feitas as contas dos sismos na cidade espanhola de Lorca  -  oito mortos, 165 feridos, 13 deles, em estado grave.
 
Muitos dos hospitalizados acabaram por passar a noite nos parques de estacionamento do hospital, que esgotou rapidamente a capacidade de internamento.
 
De acordo com fonte hospitalar, são  pessoas cujo estado não inspirava cuidados especiais e que preferiram ficar junto de familiares, em vez de seguirem para o Hospital de Múrcia.
  
“Todas as pessoas mortas, morreram na rua o que significa que foram atingidas por materiais de construção pesados, mas não temos a certza disso.No caso do colapso de edifícios, talvez haja alguém preso entre os destroços”.
 
Esta questão está já ultrapassada e as autoridades garantem que todas as vítimas, mortos e feridos, foram já encontrados.
 
Isso permitiu corrigir os números. Duas pessoas que se julgavam mortas, foram encontradas com vida nas últimas horas.
 
Para muitos dos 92 mil habitantes de Lorca, pior que os ferimentos, são as recodações:
  
“Eu estava a subir as escadas, ia para o terceiro andar. Quase caí. Parei de subir, porque a parede começou a cair. Se dois homens não me tivessem ajudado, eu não estaria aqui a contar a história. Ainda não consegui ver a minha família”.  
  
Dois sismos com a magnitude de 5.2 e 4.4,nas escala de Richter que lançaramm o pânico.
 
O repórter da TVE estava em directo, quando o campanário da irgreja começou a ruir e quase o atingia.
 
A queda de um sino de uma outra irgreja, com toneladas de metal, só por milagre não fez desgraça.
 
A solidaredade de familiares e vizinhos foi essencial, para ultrapassar estes momentos. 
 
Um susto que não será esquecido, tão depressa.